Coral Balangandã/Cahek faz primeira apresentação pública

O coral do Projeto Balangandã desenvolvido na Cahek (Casa dos Amigos Helen Keller) – centro de atendimento a deficientes visuais em Itapira – fez sua primeira apresentação pública na última sexta-feira (21). Os coralistas se apresentaram no palco do Parque Juca Mulato durante o evento comemorativo ao Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência, celebrado na mesma data.

O grupo entoou três medleys com as canções – ‘Roda Viva’ ‘A Banda’, ‘Saudades da Minha Terra’, ‘Menino da Porteira’, ‘Luar do Sertão’, ‘Asa Branca’ e ‘Xote das Meninas’ – e foi bastante aplaudido pelos presentes. O coral é formado por cinco deficientes visuais que participam das atividades do Cahek, além de mais duas integrantes da equipe da instituição.

Eles já haviam feito uma apresentação em dezembro de 2017, ano do início do projeto, porém o evento aconteceu internamente e foi destinado somente aos familiares dos assistidos. De acordo com a professora e coordenadora artística do Projeto Balangandã, Letícia Fernandes, a avaliação da primeira apresentação pública do grupo é extremamente positiva. “Nesse trabalho o foco principal não está somente na técnica dos alunos, mas sim em trabalhar a música como instrumento facilitador que auxilia no desenvolvimento da autoestima, da socialização, concentração, escuta e da sensibilidade, na memorização e criação. Tudo isso resulta em melhoria da comunicação e acaba

influenciando positivamente no ambiente de convívio familiar de cada um”, explica.

 

De acordo com ela, a apresentação no evento teve uma grande importância nesse processo. “Eles superaram medos e se desafiaram a estar ali. Durante as aulas se dedicaram e esforçaram, pois tinham muita vontade de se apresentar publicamente. Por esses fatos, essa apresentação nos trouxe resultados ótimos, ainda mais ao ver participantes se emocionarem durante a apresentação ao relembrarem momentos vividos”, destaca.

O coordenador administrativo da Progescult – Gestão e Organização de Projetos, responsável pela execução do Projeto Balangandã, Paulo Bazani, avalia ainda que a iniciativa foi muito positiva para divulgar o trabalho realizado na Cahek. “Foi uma ótima oportunidade para mostrar os resultados do projeto ao público em geral. O comprometimento e a dedicação dos membros do coral vem nos surpreendendo, com melhoras significativas no desenvolvimento”, comentou.

Além do coral do Projeto Balangandã, o evento contou ainda com participações de outras entidades e artistas. O Balangandã também mantém aulas de Iniciação Musical para bebês e crianças de oito meses 9 anos, bem como Coro Cênico para crianças e adolescentes com idades entre 9 e 18 anos. Mais informações na página www.facebook.com/projetobalanganda, pelo telefone/WhatsApp (19) 9.8110-8181 ou pelo e-mail balanganda@progescult.com. A sede funciona na Rua Regente Feijó, 226, no Centro.